Home-Office: uma tendência real no mundo dos negócios

23/04/2017

Em 2020, cerca de 50% dos postos de trabalho serão remotos: profissionais poderão desempenhar suas funções de qualquer lugar do mundo, inclusive de casa!

Empresas já se adiantam e criam plataformas para registros de talentos via web para diversos serviços que podem ser feitos à distância. Um plataforma onde é possível trabalhar à distância, como profissional autônomo é a D'hire, onde o profissional que atua com recrutamento e seleção pode se cadastrar e trabalhar de casa, atuando como Talent Specialist (ou Especialista em Talentos, aquele que atua com recrutamento e seleção de candidatos). Menor custo para as empresas, que não precisam usar consultorias mais caras para fechar vagas com rapidez, e mais flexibilidade para os profissionais que querem atuar de forma autônoma ou garantir uma renda extra.

Há também o site 99freelas que aceita cadastros de profissionais autônomos para traduções, escritas de artigos, conteúdos para sites, edições, etc..

A internet trouxe essa facilidade para empresas e profissionais, e algumas empresas que se preocupam com a retenção de seus talentos (principalmente talentos femininos), oferecem essa possibilidade de carreira a seus profissionais.

Veja essa matéria publicada na Revista Claudia, na sessão de Carreira, que fala da Start-up multinacional SheWorks! que conecta mulheres à oportunidade de trabalhos home-office, com horários flexíveis. Segundo a matéria, estima-se que US$ 17 bilhões sejam perdidos a nível global como "resultado do gargalo de gênero e que mulheres abandonem seus empregos por falta de opções flexíveis, transparentes e viáveis de trabalho".

Claudia Sanches

Consultora de RH, Coach de Carreira

www.claudiasanchescoach.com